Roleplay - Guia de funcionamento

Ir em baixo

Roleplay - Guia de funcionamento

Mensagem por Aehrion Dartor em Qua Nov 26, 2014 2:14 pm

Este é um guia para todos que não sabem o que é Role Play e estejam interessados em praticá-lo. É bom o ler até o final; os veteranos devem ler atentamente.

==================Sumário:==================

I. O que é RP?
II. Ideia Geral de RP
III. Ações
IV. On e Off
V. Pensamentos
VI. Batalhas


================== O que é RP? ==================


Roleplay é uma modalidade antiga, utilizada com livros e dados, e recentemente aperfeiçoada para a internet. Explicando melhor, é um meio em que você começa a olhar o ambiente de determinado universos com os olhos de seu personagem (Que você mesmo cria). Você se torna seu personagem num mundo repletamente novo, onde você pode se divertir utilizando a sua imaginação.

Pegando o cenário de Game of Thrones, temos Westeros. Um continente com diversos Lordes, cidades, exércitos e brigas por poder.

Poderosos aventureiros andam pelas terras de Westeros, visando subir na vida através de serviços. Cada um luta por sua causa, seja ela nobre ou não. As terras de Westeros são cercadas por perigos incontáveis, principalmente ao norte, onde inomináveis seres estão prontos para causar o terror.

Então o seu personagem entra em cena. Ele faz parte deste mundo, mas o que ele é? Um ganancioso aventureiro? Um nobre? Um trabalhador simples? Indiferente do que ele seja, haverá toda uma história por trás do mesmo. Veja seu personagem como uma pessoa real, pense nas características e personalidades que ele carrega em si. Pense numa incrível história de seu passado. Afinal, se pegarmos um ladino psicopata, ele não se tornou este ladino psicopata sem um motivo concreto, certo? Ou seja, ele teve uma história.

Basicamente Roleplay é isto. Sair um pouco das atividades atuais do dia à dia e ver as histórias com outros olhos, para se divertir com elas de uma forma inovadora e totalmente imaginativa. Interpretar seu personagem, vivenciar as experiências de outra pessoa que você mesmo criou.

================Ideia Geral de RP=====================


"Interpretar para quê? Eu posso muito bem ir jogar algo ou fazer outra coisa."

O que torna um RPG legal e atraente é a possibilidade de viver aventuras em mundos incríveis, é esse escape da realidade para viver outra vida e personalidade que faz do RPG um dos jogos mais jogados no mundo.

O que importa numa seção de RPG é a criação de personagens que se enquadrem nesse mundo imaginário, para que possa ser possível interpreta-lo bem e de forma coerente com as suas características. Por exemplo, do que adianta um pesquisador só pensar em lutas ao invés de usar sua inteligência para diplomacia ou saídas mais sabias ou um Guerreiro que para e pensa se vai atacar ou não? Cada um tem que interpretar seu personagem de forma lógica de acordo com suas habilidades.

Deve haver momentos de descontração no grupo. Um cavaleiro também sorri e se diverte. Mas mesmo em momentos assim se deve interpretar, por exemplo, em uma taverna o grupo pode comer, beber, fornicar e conversar com os amigos, mas sem sair do personagem, veja: se você é um bandido vai querer comer e beber de graça às custas de alguma outra pessoa distraída da taverna, um músico é galante por natureza e com certeza observará as belas atendentes, um guerreiro vai sempre querer uma boa briga com os valentões da mesa ao lado e por ai vai. Interpretar é entrar de cabeça no personagem fazendo com que ele ganhe uma alma só dele e que se difere da sua que é o jogador.

Respeitar os outros jogadores é essencial, portanto evite postar varias frases ao mesmo tempo sem esperar as respostas dos outros, fale e pause, como se estivesse em uma conversa normal em sua casa, reaja de diversos modos ao ambiente e as ações de seus companheiros. Interprete! Pois assim tudo se tornará muito mais divertido para você e para todos.

Um bom jogo de RPG não é feito só de combates, seu personagem passa a ser um ser vivo, e como qualquer outro ser tem seus sonhos e ideais, tente manter uma consistência em seus objetivos e interprete seu personagem como você o idealizou durante a construção da ficha, se ele tem tendência boa seja bom mais não o tempo todo, pois ninguém é bom o tempo inteiro, assim como ninguém é mal sempre.

Deixe as regras de lado por alguns instantes, não fique pensando em como fazer um personagem overpower, pense em como você quer interpretar seu personagem, quais serão suas características? Seus ideais? Qual tendência seu personagem seguira? Como ele será útil para o grupo? Faça tudo isso pensando se vai ser divertido ou não interpreta-lo, assim você fará um personagem bacana e se divertirá.

Olhe um exemplo:

Jon (Músico) – Eu falei que vir por aqui não seria bom. *Suspira em desgosto, apoiando-se em seu violão*

Sor Amir (Guerreiro) – Eu já disse que não há perigo! *Diz com brutalidade, enraivecido* Eu sei exatamente onde estamos, afinal, já peguei esta trilha para chegar ao Ninho da Águia. *Continua a caminhar pela trilha rochosa, não querendo admitir que realmente estava perdido e em perigo*

Marius (Arqueiro) – Para mim, este seu elmo já está começando a afetar sua cabeça. *Diz às gargalhadas, zombando de Amir* Olhe só, já passamos por aqui. *Indica, com o dedo, as rochas fora do lugar pelo lugar aonde já haviam passado*

Sor Amir (Guerreiro) – Argh, não é hora para suas piadinhas, Marius. Você sabe muito bem que este elmo é para minha proteção. *Ajeita o elmo, satisfeito* E não, não passamos por aqui, pois estas pedras rolaram graças à você. Como eu disse, Os Sete nos guiam, não precisa se preocupar. *Permanece caminhando com os olhos vidrados ao horizonte repleto de pedras e rochas*

Jon (Músico) – Eu já poderia estar compondo algo, mas suponho que esta viagem irá demorar. *Mantém a seriedade estampada na face, mas claramente cansado*

Marius (Arqueiro) – E eu poderia estar num bordel, fodendo umas boas putas, bebendo e me divertindo. Mas tenho que ir para este maldito lugar. *Esboça um sorriso sarcástico*

Sor Amir(Guerreiro) – Não importa o que vocês poderiam estar fazendo, o que importa é que precisamos chegar ao Ninho da Águia logo, a Senhora Arryn está nos esperando pois precisa de nossa ajuda. E não se esqueçam de nossa recompensa. *Resmunga, mantendo sempre o elevado tom de voz*

*Assim os três aventureiros continuam sua jornada pelas inacabáveis trilhas rochosas*

Perceba como a personalidade de cada um foi sendo construída com o desenrolar desta pequena história. Os três sofrem influência do que fazem e tendências escolhidas anteriormente na construção do seu personagem.

Percebemos que Jon é um músico calmo e cauteloso; nesta situação, ele mantém uma postura indiferente no grupo, não interferindo na decisão de seus parceiros. Sor Amir é um guerreiro orgulhoso e fiel; nesta situação, ele demonstra toda a brutalidade de um guerreiro, além de sua disciplina, responsabilidade e respeito à sua doutrina e suas promessas – Típico de um guerreiro. Marius é um arqueiro malandro e divertido; nesta situação, ele mal se importa com os problemas que o grupo está enfrentando, já que transforma os problemas em piadas, sempre mantendo seu bom humor.

Este é um exemplo de jogo, mas demonstra algo muito importante na interpretação: construa a personalidade do seu personagem.

=======================Ações======================


As ações são, basicamente, a descrição de um ato realizado por seu personagem. Por exemplo, se você fosse pegar uma caneca, faria isto: *Direcionou a mão até o cabo da caneca que estava sobre a mesa, elevando-a a altura da boca* ou, de forma mais simplifica, *Pegou a caneca da mesa, dando longas goladas em seu conteúdo*. Enfim, as ações são tudo que seu personagem realizou naquele momento e que os outros visualizaram isto.

É indiferente o modo de como você descreve um ato numa ação, o que importa é que esteja claro o que você fez. No caso da caneca, percebemos o que ocorreu: Fulano pegou a caneca e bebeu o que tinha nela. Informações adicionais sobre minúcias, como o formato da caneca ou se o conteúdo dela estava quente, são desnecessárias.

Descreva suas ações ao máximo. Pontuando, acentuando e não usando gírias. Evitar erros ortográficos é essencial. Estender seu vocabulário é uma vantagem, assim você poderá utilizar palavras certas para descrever o seu ato, tornando a ação algo organizado e belo de ser lido.

Para fazer as ações, você deve colocá-las entre *Asteriscos*. As ações de seu personagem devem sempre ficar dentro dos asteriscos, e as "falas" do seu personagem, do lado de fora dos asteriscos.

Ex: Por Winterfell! *Ergue a espada rapidamente*

Nunca faça ações de uma ou duas palavras, sempre tente escrever três palavras no mínimo.

Quanto mais ações você faz descrevendo o que seu personagem está fazendo naquele momento, maior realidade se dá ao rpg.

Ex: *Marc levanta seu escudo e bate no mesmo de forma assustadora, enquanto seu elmo é colocado em sua cabeça por um de seus servos e sua armadura termina de ser colocada por outro.*

Mas não se preocupe. Com o tempo, sua descrição vai melhorando, e as ações vão ficando mais reais.

================ On e Off ================


Um dos principais conceitos durante o RPG, é diferir o ON e OFF. On e Off é uma divisão de falas em RPGs.
ON é seu personagem falando. O guerreiro.
OFF é você sentado no computador.
É comum confundir ON e OFF. E não é nenhum problema. Só que fica mais interessante se você dividir ON e OFF.
Evite usar o OFF. Interprete ao máximo! Lembre-se de usar parênteses ao começar e terminar a frase em OFF.

Exemplo: On.
Olá! Meu nome é Aleyna, e eu sou uma guerreira.

Exemplo: Off.
((Oi, você assistiu a novela hoje?))

================ Pensamentos ================

Como qualquer ser consciente e racional, o seu personagem pensa. Para mostrar algo que seu personagem está pensando é só utilizar "~" (til).

Por exemplo:
Oi, meu nome é Larry. ~Mentira, meu nome verdadeiro é Jerry~

============== Batalhas ================


As batalhas no modo RP são feitas a partir de Ações. Não são seus atributos que contam, inteiramente, na vantagem de alcançar a vitória, mas também a sua interpretação, estratégia e sorte dos dados. Algumas regrinhas de batalha devem ser seguidas:

Deslocamento: Você não pode, simplesmente, teletransportar-se para perto de seu oponente e fazer a ação de ataque. Você deve, além da ação de ataque, anteriormente, fazer a ação de APROXIMAÇÃO! Ou seja, a ação que demonstre o seu personagem se deslocando de um ponto ao outro.

Ex: *Com a espada empunhada, corre brutalmente contra o oponente, fincando-lhe a lâmina no ombro*

Você diz que correu contra o oponente. Como, previsivelmente, o oponente não é cego, ele lhe veria e poderia muito bem desviar ou defender.

Empunhar: Antes de começar uma luta, você deve EMPUNHAR sua arma. Ou seja, retirá-la da bainha ou qualquer outro lugar que você a armazena, sacando-a. A ação de empunhar a arma é ÚNICA, ou seja, você deve empunhá-la e depois atacar.

Ex:
*Retira a espada do coldre, mantendo-a erguida*
*Gira a espada horizontalmente, arranhando o ombro do oponente*

Ex Errado:
*Retira a espada da bainha e enfia na barriga do oponente*

Isto quer dizer que, caso você esteja num combate direto e que ainda não empunhou a espada, você deverá empunhar, esperar o oponente reagir e depois atacá-lo.

Defender e Desviar: Qualquer um pode defender e desviar, mas isto vai depender da sua sorte nos dados.

Atacar e Correr: Você não pode, simplesmente, fazer isto: *Corta o abdômen dele com a espada e sai correndo para longe*, isto é muito noob. O certo é você atacar, esperar a ação do oponente e DEPOIS correr. Agora, desviar e correr, ou defender e correr, já é válido.

Ex: *Coloca o escudo na frente da barriga, defendendo da flecha. Logo em seguida, adianta velozes passos para o lado oposto do oponente, correndo desesperadamente*

Ou

*Golpeia o ombro dele com a espada*
-Espera o oponente reagir-
*O vê recuar e aproveita para realizar uma fuga, correndo ao sul*

Uma ação mortal feita de primeira, não é válida.

Ataque Surpresa: Ataques surpresas não são inválidos, no entanto devem ser moderados. Você, equipado por uma armadura metálica, tenta se aproximar cautelosamente de um oponente, para golpeá-lo por trás. É óbvio que você fará barulho e seu oponente irá ouvi-lo.

Lembrando que todas as ações importantes (batalhas, coisas que possam influenciar na interpretação, etc) serão decididas pelos dados (rolados no chat RRPG ou no fórum) para que tudo seja na base da sorte.

_________________
"Que se ouça o brandir das espadas."
avatar
Aehrion Dartor

Mensagens : 7172
Data de inscrição : 10/12/2013

Informações
Nível:
1/100  (1/100)
Experiência:
0/30  (0/30)
Poder:
150/150  (150/150)

Ver perfil do usuário http://saladotrono.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum